Por que a Igreja Católica Venera Maria


A Bomba

Cuche também gerou a Ninrode, o qual foi o primeiro a ser poderoso na terra. Ele era poderoso caçador diante do Senhor; pelo que se diz: Como Ninrode, poderoso caçador diante do Senhor.”Gn 10:8-9

Há alguns anos Deus nos deu uma mensagem, uma palavra, um livro, e dia 12 de outubro de 2006 ele foi lançado. Essa mensagem é realmente uma “Bomba” que vai de encontro a toda uma institucionalização do paganismo intitulado cristianismo em nossa nação e essa história começa aqui, começa em Babel.

O rei de Babel, Ninrode, lutava contra o Senhor. A palavra diz que Ninrode era um grande caçador diante do Senhor, isso não significa que ele estava ali honrando a Deus, mas que ele estava afrontando, confrontando a Deus. Na verdade a raiz da palavra Ninrode quer dizer: “Aquele que se rebelou”, é a lenda de Gilgamez, ou Ninus ouainda Marduque o principal deus babilônico.

Ninrode um poderoso caçador, um poderoso guerreiro (historiadores afirmam que ele era caçador de homens), foi o primeiro que se avultou depois do dilúvio no mundo, ele simplesmente pegou a proeminência da história. Nos seus dias ele era o “cara”, era o sujeito, era a personificação do mal, da maldade, da iniqüidade. Ele foi um dos primeiros anticristos que se insurgiu. Na verdade até mesmo o “Fantástico” (TV Globo), na sua abertura, faz menção dele quando um homem de cabelo de fogo joga uma flecha de fogo para o céu, logo depois aparece sua esposa com uma coroa na cabeça, como uma torre, a torre de Babel.

Ninrode foi a figura preeminente do seu tempo, ele edificou a torre de Babel. Ele foi um grande homem na sua época, mas, a grande história não gira em torno dele, gira em torno de sua esposa, uma mulher chamada Semiramis, que alguns afirmam ser sua própria mãe, e que, segundo a lenda, deu a luz a um filho depois que Ninrode morreu. Sua morte foi brutal, o historiador Alexander Hislop afirma que ele foi morto por Sem, filho de Noé, por seus atos de bruxaria, e Semiramis, ao ver o marido morto e estando grávida do menino, diz que dela sairia a reencarnação do pai.

O pai que foi considerado um mito e um deus em seu tempo, agora estava se reencarnando no filho da mulher grávida que segundo ela era o próprio deus em seu ventre. Ela gerou a Tamuz que cresceu como um menino deus e que, segundo historiadores, morreu numa caçada, um javali o matou. Por quarenta dias, segundo a lenda, Semiramis e as sacerdotisas daquela ordem babilônica choraram por Tamuz. Quarenta dias elas choraram, prantearam, não comeram carne e jejuaram, depois daqueles dias, supostamente, Tamuz ressuscitou, supostamente, o deus menino ressurgiu entre os mortos. Ora esse culto se propagou pelo mundo inteiro. Quando Deus promoveu a divisão em Babel, a divisão das línguas, esse culto foi até o Tibet, até a China, foi até o Egito, e etc., só que os nomes foram trocados, agora Semiramis era chamada Ísis no Egito e o seu filho era Hórus ou Osíris. No Tibet ou na China era chamada de Shing Moo, na Grécia Semiramis foi chamada de Afrodite e seu filho Adonis, na Fenícia foi chamada de Astarote, a mãe de Deus com o menino em seu colo chamado Baal.

Esse culto se propagou por todo o mundo antigo, o símbolo era uma mãe e um menino em seu colo, o grande símbolo era a deusa, rainha dos céus, com um menino deus. Entrou também em Roma e o seu nome passou a ser Vênus e o menino o Cupido.

No ano 313 de nossa era, Constantino, o Grande, filho do imperador romano Constâncio, foi lutar contra Maxêncio em uma guerra civil pelo poder de Roma. Ele pediu ajuda dos cristãos e supostamente teve uma visão de uma cruz, na batalha da ponte Milvam, e uma voz lhe dizia: “Sob este sinal vencerás”. Ganhou a batalha e converteu-se ao cristianismo, tornando o império também cristão. O inacreditável é que depois de converso, mandou matar seu cunhado Licínio, seu próprio filho e sua esposa mandou afoga-la. Constantino continuou a adorar a deusa da fertilidade, a Rainha dos Céu.

Agora em Roma a mãe recebeu um novo nome e o menino também. Semiramis agora foi chamada de Maria e o menino deus de Jesus. O cristianismo foi paganizado, misturado com o culto da Rainha do Céu. O ato foi tão descarado que entraram nos templos de Ísis, pegaram sua imagem com o menino Hórus no colo e colocaram em templos supostamente cristãos. Rebatizaram templos pagãos com nomes cristãos, a estátua de São Pedro, hoje no vaticano, é a mesma estátua de Júpiter, os deuses dos panteões gregos, romanos e egípcios começaram a se chamar de santos católicos romanos, houve uma mescla, uma mistura, o paganismo se imiscuiu no cristianismo.

Porém, a Bíblia diz que invocar um morto, qualquer morto que seja é abominação a Deus, mesmo que ele tenha sido um grande homem, uma grande figura, mesmo que ele tenha sido na verdade um santo, pois a Bíblia diz que invocar a mortos é abominação diante de Deus e quando se fala com um morto, seja ele Paulo, Pedro, seja ele quem for, isso não é cristianismo isto é espiritismo, e isso é abominação diante de Deus.

A partir daí se desvirtuou, começou a se misturar com uma série de compromissos estranhos, surgiu o Papai Noel, São Nicolau, século VI, bispo de Mira, na verdade ele era magrinho, conta-se que ele tinha uma barba negra, até que um dia um cartunista americano, pago pela Coca-Cola desenhou o “Hou, Hou, Hou”, com todas estas vestes e trajes com uma Coca-Cola na mão. Sabe quem inventou o Papai Noel? A Coca-Cola. Interessante é que ele só está na loja para pegar seu 13º. Porque no momento que você faz o seu cheque e vai, em janeiro, fevereiro, cadê Papai Noel? Minha Bíblia não fala de Papai Noel, ela fala de papai do céu: “Eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos”.

O Senhor está comigo de primeiro de janeiro a 31 de dezembro, Ele está comigo todos os dias da minha vida, ” se a mãe que amamenta seu filho se esquecesse dele eu porém não me esqueceria, diz o Senhor” Ele diz “nunca te deixarei, jamais te desampararei” “eis que estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos”. Mas nós temos um cristianismo comprometido com estranhos rudimentos, estranhas tradições. O que o coelho tem haver com páscoa? Houve uma mistura. O paganismo se misturou ao cristianismo e confundiram ao menino Tamuz com o nome de Jesus, começaram a inventar um menino deus, é o menino de Jesus das Pragas, da peste, das perebas… umas imagens de um menino crucificado, porque Tamuz “vivia” mais morto, do que vivo, ele ressuscitava com as forças da natureza, morria no outono e ressuscitava na primavera. Esta entidade foi mesmo adorada no templo em Jerusalém(Ez 8), era um Deus morto e o que adoram hoje na missa, nestes rituais que se fazem é um Deus morto pendurado na cruz, mas eu quero que saiba que aquela cruz está vazia, Jesus ressuscitou.

Fizeram até musica “… já nasceu o deus menino …”, Jesus não é deus menino! Ele é Rei dos reis, Senhor do senhores, Aquele que É, Aquele que Era, Aquele que há de vir, o Alfa e Omega, o Princípio e o Fim, o Todo Poderoso, Senhor do universo, o Leão de Judá, a Rosa de Sarom, o Lírio dos Vales, a resplandecente Estrela da manhã, o Sol da Justiça…

A grande questão é que hoje essa entidade chamada Semiramis assumiu a posição de Maria, ou, pelo menos, a imagem de Maria. Maria que era uma mulher sagrada, santa, virtuosa, poderosa, bem aventurada, está lá na glória, está no céu, mas ela não é deusa. Não existe intercessora, não existe mediadora, não existe Senhora, porque a palavra de Deus diz: “Não outro nome abaixo do céu pelo qual importa que sejamos salvos” (At 4:12), porque Jesus disse: “Eu sou O caminho, A verdade e A vida e ninguém vem ao Pai a não ser por mim”(Jo 14:6; “…porque não ha outro mediador entre Deus e nos homens, senão Jesus Cristo, homem” (I Tm 2:5).

Uns dizem que ela foi assunta aos céus, outros dizem que ela nasceu em estado virginal, mas porque não há nenhum registro na Bíblia? O apóstolo Paulo falou que se alguém acrescentar alguma coisa a esse evangelho que temos pregado, seja ANÁTEMA.

Ela apareceu lá em Fátima, em 1917, para três pastorzinhos, fizeram muita propaganda, e ela diz: Estamos chegando ao último dia, ao apocalipse, mas o segredo é “Vocês tem que se converter ao meu coração. A forma de redimir o mundo é convertendo-se ao meu sagrado coração”, porém a minha Bíblia diz “Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito para que todo aquele que nele crer não pereça mas, tenha a vida eterna”.

“Pela graça sois salvos, mediante a fé, isso não vem de vós é dom de Deus”. E como o apóstolo Paulo diz, eu posso dizer a essa aparição que se alguém, mesmo um anjo descendo do céu com feixes de luz, prevendo o Apocalipse e dizendo, converta-se ao meu sagrado coração, seja ANÁTEMA.

Interessante é que ela apareceu em Lourdes, e hoje o santuário que existe em Lourdes é o no mesmo lugar do antigo santuário de Perséfone, a deusa grega da morte. Ela apareceu em Guadalupe, no mesmo lugar onde está erigido seu santuário, era justamente o lugar onde estava o santuário da deusa da lua, Tonantizin.

Querido nós não temos nada contra Maria, mas o nome de Maria aparece na Bíblia apenas 23 vezes. Sendo que o apóstolo Paulo e o apóstolo Pedro aparece mais de cem vezes, Moisés 822 vezes, Davi 900 vezes, Jesus 1500 vezes pelo nome e mais, um milhares de vezes com outros nomes, na verdade ele está em toda a Bíblia. Chegou a hora de dividir entre o Cristianismo e o Marianismo. A Bíblia diz: “Saí de Babilônia povo meu”. Tem muita gente sincera sendo enganada, o cristianismo é cristianismo quando Jesus está no centro, o cristianismo não é cristianismo se Maria está no centro.

“Pede a mãe que o filho atende”, a minha Bíblia diz que eu posso somente clamar e buscar a um Deus, não existe orações na Bíblia feita a Maria.
Todos aqueles rituais, peças, terços são coisas que os budistas usaram. Diana tinha no pescoço um terço, Diana dos Efésios a deusa da fertilidade, deusa da guerra possuía um terço em seu pescoço. Existe uma mistura hoje entre cristianismo e paganismo que nós temos que denunciar e dizer para todo sempre que Aparecida não é Senhora, nem padroeira do Brasil, temos que declarar que Jesus Cristo é o Senhor dessa nação.

Afirma-se que não se mente tanto como antes de uma eleição, durante uma guerra e depois de uma pescaria. Aparecida não é a padroeira do Brasil porque a sua imagem foi achada dentro do rio Paraíba do Sul, sem a cabeça. Primeiro pegaram o corpo, depois pegaram a cabeça e a colocaram no corpo, a partir daí disseram: “essa aí é nossa deusa”.

O papa veio no Brasil, beijou o chão de nossa terra em 1980 e abençoou nosso país e aí nós só vimos recessão e miséria.
E se Pedro foi o primeiro papa, porque que os papas não casam? Pedro tinha esposa. Jesus curou a sogra de Pedro, ora quem tem sogra tem esposa. Na verdade dizem por aí que Pedro negou Jesus porque Jesus curou sua sogra. Porque que os papas não casam? Por que os papas, padres e sacerdotes romanos são casados com a Rainha do Céu.

Nós vivemos mil anos nas trevas, no Talibã, o tempo do obscurantismo, ninguém podia pintar um quadro, fazer uma experiência química, era mesmo proibido pensar. Um milhão de pessoas foram mortas pela igreja romana nas fogueiras das inquisições.

Tem crente que está voltando para o judaísmo, agora estão constituindo a festa dos tabernáculos, crente usando o quepá com trancinhas. Aí Paulo fala para os Gálatas: vocês são uns insensatos, porque vocês querem voltar a lei, vocês saíram da lei estão debaixo da graça e querem voltar aos rudimentos da lei, guardando o sábado, querem judaizar o evangelho, colocando racismo dentro da igreja.

Temos que parar com isso e tomar nossa posição que é pregar o evangelho a todos os povos línguas e nações. A Bíblia diz que a minha casa será chamada casa de oração para todos os povos, a palavra povos significa etnia. Deus quer o católico se converta, Deus ama o budista e o mulçumano, o judeu, o árabe, o palestino.

Eu quero que você saiba que essa história do Brasil ter uma padroeira é inconstitucional, pois a igreja e o estado estão separados. O Brasil não tem uma religião oficial e por isso ele não pode ter uma padroeira oficial.
Eu tive uma visão, nós estávamos em 40 dias de jejum e eu vi um raio, um facho de luz entrando no planeta. Querido, nós vamos ver o maior avivamento da história da igreja, nós vamos ver e vai ser normal o sobrenatural, paralítico andar, morto ressuscitar, milagres acontecerem. Armagedon é bíblia, é fato histórico que vai acontecer.

As trevas cobrem a terra, mas sobre ti vai nascendo à glória do Senhor, porque o espírito será derramado sobre toda a carne. Nós estamos vivendo uma época onde o Espírito do Senhor virá sobre este planeta como nunca houve na história, nenhuma geração viu o que nós estamos por ver. Estamos chegando na hora e no momento das obras maiores Jo 14.

Que Deus abra os seus olhos e te abençoe tremendamente!

Esboço da palavra ministrada pelo Pr. J.B.Carvalho – A palavra com maiores detalhes, você poderá adquirir comprando o CD de mensagem após os cultos, na MCCB Asa Norte.

Comenta aê!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s