Resposta à Oração


Senti-me tão triste, tão atribulada
Ao ouvir falar de vida, santificada
Que me livrasse do tormento a alma
E me desse consolo na aflição

E minha prece assim continuou
Senhor, como sou tão frágil, tão pequena
Diante de quem, te serve com fervor
Peço-te meu Senhor, meu Deus amado,
Tem de tua serva piedade,
Concede-me o perdão, por teu amor!

Buscarei na tua palavra o alimento
Um versículo para mim neste momento
Uma palavra de consolação!

A resposta que me deste, que alegria!
Foi a mais do que minha alma merecia,
Foi verdadeira para o coração,

Jó 11:17

Nilda Rebouças

Minha avó paterna, para a Revista da SAF
Natal, RN, 1976

Comenta aê!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s