Inocentes Úteis em Serviço de Psicopatas


Quando ser cético é o anónimo de ser otário

Use o Senso Crítico para o processamento do Sistema de Conhecimento e para evitar ser enganado.

Como ser desconfiado e processar corretamente informações recebidas para não se tornar vítima de golpes ou, simplesmente, não ser manipulado por outros.

Já é a terceira ou quarta vez que recebo um SMS com a seguinte mensagem:

“Sr. titular da assinatura NET, favor entrar em contato com urgência no telefone 3003-34** das 9h – 21h (seg-sex) e das 10h-16h (sab).”

Eu desconfiei e, cético ao meu jeito, entrei em contato com o SAC da NET, que prontamente me avisou que, a operadora “não entra em contato via SMS com clientes” e que desconhecia tal número telefónico como sendo da base de atendimento ao cliente.

É isso ai: Depois de falsos sequestros via celular, premiações que exigem pagamento antecipado, os psicopatas seguem inovando. Como de costume, bandidagem é igual ao Sérgio Malandro: está sempre inventando uma nova pegadinha. Não sei qual o propósito do deste novo Golpe via SMS, mas com certeza quem liga para tal número vai se dar muito mal.

Por culpa de Hollywood e seus filmes de serial killers, a psicopatia (psico = mente e patia = doente) parece o problema apenas dos serial killers, mas nem sempre psicopag (quem tem uma mente doentia) chega ao extremo de matar pessoas. O ato mais comum dos psicopatas é o egoísmo extremo, manifestado em suas atitudes mesquinhas e sádicas, como ter o prazer de passar informações erradas a suas vítimas e depois vê-las prejudicadas.

Não é de hoje que eu venho recomentando aos amigos e contatos, mais prudência quanto ao reenvio de email. É sempre bom checar no site QuatroCantos.com se a informação é realmente verdadeira ou não passa de uma pulhas, correntes e hoaxes (mentiras virtuais) escrito por algum psicopata.

E isso não é o bastante. Ter senso crítico para checar o bombardeio diário informações. Isso deve ser utilizado no dia a dia, na análise de informações que chegam via email, Web, TV, igrejas e até escolas. O falso SMS da Net me serviu para pensar no quanto as pessoas são crédulas, tornando-se inocentes úteis a serviço de psicopatas que partiram para o crime (a bandidagem).

Sistema de Informação Simples:

“dados” (input) => “processamento” => “informação” (output)

Sabemos que uma informação errada não é culpa dos dados, mas da qualidade e/ou capacidade de processamento da mesma. Em minha palestra “O Fim da Era da Informação” (já ministrada em diversos públicos como o HSBC e o SEBRAE da PB), eu falo sobre a Capacidade de Processamento de Informação para gerar Conhecimento.

Sistema de Conhecimento:

“informação” (input) => “processamento” => “conhecimento” (output)

Os psicopatas contam que você use somente o sistema simples e cognitivo de processamento de informação. Usar o Sistema de Conhecimento onde a informação é processada, pode tornar nula a ação desses doentes da alma. Portanto, dentro de uma visão sistémica, invariavelmente, podemos colocar as pessoas vítimas de mensagens enganosas como primeiramente vítimas de si mesmas. Uma maior capacidade de processamento faz a diferença entre evitar um golpe e ser a próxima vítima.

Lembro-me de uma lendária frase do Zéca Urubu no desenho Pica-Pau: “Nasce um otário a cada segundo“. Isso ilustra o nivelamento (por baixo) que os gatunos fazem da capacidade da população em processar uma informação por email, SMS, telefone e de se tornar uma vítima. A polícia está sempre alertando para a população tomar cuidado com esses maníacos de plantão.

E, finalmente:

“Não confunda jamais conhecimento com sabedoria. Um o ajuda a ganhar a vida; o outro a construir uma vida.” Sandra Carey

Esta frase de efeito, apesar de ser muito boa como arremate de meu artigo, é creditada à esta advogada californiana. Porém, sou bem cético para acreditar nisso. Numa rápida pesquisa ao Google, você vê esta frase somente em sites de “Pensamentos e Frases”, porém a Dra. Carey, aparece apenas como a autora deste único pensamento. Concluo que, provavelmente, este é um “recurso a autoridade“*. Tentar identificar isso não é fácil, mas denota uma Alta Capacidade de Processamento de Informação.

Aproveitarei para lançar uma frase de autoria própria, que, um dia, poderá ser lançada em algum site desses de “Pensamentos”. Quem sabe um dia minha vaidade será saciada ao vê-la como recurso a autoridade de outros oradores (rs…):

“As vezes, ser um pouco mais cético quanto às informações, pode significar a diferença entre ser ou não um otário. Nasce um psicopata a cada minuto, mas a ação dele é anulada pelo conhecimento.” Wesley Porfírio, administrador

* Recurso à Autoridade: Utilizado em redações e discursos onde é feita uma citação cuja a autoria é uma pessoa famosas e/ou respeitadas e/ou mesmo uma autoridade inventada, para dar veracidade a uma falácia ao que é dito.

Comenta aê!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s