Quem assassinou Cristiane foi a sociedade ou um vitimizado?


Não dá mais para aguentar o cinismo da Esquerda e à sua luta de classes que acirra cada vez mais a violência urbana e culpa a classe média pelo caos na segurança pública que eles mesmos causaram com o socialismo

Em Porto Alegre, dia 25/08/2016, Cristine fonseca fagundes foi morta em frente de sua filha de 17 anos enquanto esperava seu outro filho sair da escola.

cristine

Veja o print do comentário no Facebook de um esquerdopata. Ele não fez somente uma explicação simplista e que alimenta a própria violência contra a sociedade, ele transferiu a culpa da morte da vítima para a própria vítima! É isso que infelizmente a Esquerda faz. Justifica a ação dos “vitimizados pela sociedade opressora”.

E se você não ainda não sabe, vou te contar a novidade: O BRASIL JÁ É UM PAÍS SOCIALISTA! O Estado se agigantou e escraviza a população. Um estado com políticos e leis desconectados com a realidade, só geram dificuldade para a população e mesmo assim há quem justifique a ação ilegal, o ilícito, o crime, a fraude, a corrupção e a mentira, como tendo sido “falta de oportunidade” é apenas culpa do “sistema”.

A culpa de alguém ir para o crime, de traficar ou de puxar o gatilho e matar um outro ser humano, nunca poderá ser imputado a falta de oportunidade, no sistema, na sociedade, nos políticos corruptos, para se comparar um tênis ou um lanche no Bobs.

A Esquerda não assume, mas a culpa continuará sendo do agente transgressor, não importa se é um “de menó”, um empresário sonegador ou um político acovardado diante do dever. Todos fazemos escolhas e devemos assumir nossas próprias decisões.

Devemos vencer as dificuldade desse sistema com fé em Deus, resiliência, ética e coragem para desafiar o Sistema, em ações como fizemos indo às ruas, estamos fazendo com iniciativas apostando no desenvolvimento do Setor Produtivo e continuaremos a fazer com a sociedade civil organizada.

Esse comentário do esquerdopata é bastante comum. Eu mesmo já cheguei a pensar assim. Hoje vejo que isso é uma esquizofrenia social coletiva causada pelo próprio Marxismo Cultural que relativiza e inverte valores para justifica a luta de classes.

Pensar assim também gera a relativização da corrupção do sistema político. Tudo é justificável. No meu ponto de vista, isso desestimula a ação da sociedade civil organizada, pois coloca no mesmo nível o corrupto que rouba merenda escolar com o “criminoso social”.

Numa imersão mais profunda nesse pensamento, pode produzir também o comodismo e o próprio vitimismo que força a barra para inversão de valores e transforma a vítima da violência em culpada por ter sofrido a própria violência.

Nosso dever como cidadãos não é só lutarmos para acabar com as políticas socialistas e suas leis nefastas, mas também lutarmos contra a corrupção no sistema público e a corrupção moral social estimulada pela própria Esquerda.

Como já disse o procurador do MPF, chefe da Operação Lava Jato é um dos autores do Projeto das 10 Medidas de Combate a Corrupção, Dr. Deltan Dellagnol, “A corrupção mata mais que um homicídio”.

Complemento dizendo que a corrupção moral da sociedade nos torna cúmplices até dos homicídios praticados pelos agressores “vitimizados”.

Comenta aê!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s