Por que os policiais militares estão sendo mortos no Brasil e os cristãos estão calados? #OrePelaPM


Nossos policiais estão sendo mortos, porque é o que está programado para acontecer no Brasil: chama-se Revolução Cultural ou Marxismo Cultural.

Enquanto vocês ignorarem isso ou não entenderem isso, continuará a matança do última fronteira armada contra a sociedade brasileira. Os próprios policiais continuarão morrendo sem saber o porquê. Sem a defesa armada da polícia militar, os socialistas transformarão o Brasil numa Venezuela, onde as milícias governamentais matam o povo nas ruas, para garantir a governabilidade de uma ditadura bolivariana.

Precisamos despertar nossas igrejas para saírmos da bolha de uma vida divorciada da realidade, onde nós deveríamos atuar os protagonistas.

No passado, a Igreja não faziam separação entre sua vida em sociedade e na igreja. Homem e mulheres transformados pelo amor de Cristo protagonizavam socialmente, cientificamente, artisticamente e em todos as esferas humanas.

Isso aconteceu na Europa depois da Reforma Protestante. A própria Alemanha foi praticamente formada com Estado por Lutero. Em cidades estados como Genebra, reformadores com João Calvino faziam toda a diferença no desenvolvimento social, político e econômico.

A quem interessa que os cristãos fiquem longe da atuação social, científica, acadêmica, política e econômica? Compramos esse discurso barato que Política e Religião não se misturam. Onde não se mistura? É ignorância não saber que a Bíblia tem resposta para todas as coisas, inclusive política!

Estamos pegando o 1 talento que nos é dado por Deus para rendermos e enterrando. Deveríamos ser sal e luz do mundo, sendo produtivos, fazendo a diferença em vez de estamos vivendo só as nossas vidinhas. Ir lá e sofrer com os que choram, de cuidar dos que sofrem, de lutar com os que lutam, de esperançar os desesperados, de salvar os perdidos.

Está vindo sobre a Igreja Brasileira enorme perseguição política e ideológica, assim como tem acontecido com na Europa. Quem sabe assim, sendo uma igreja perseguida, nós nos arrependamos de nos fecharmos nas quatro paredes dos templo e saírmos para cumprir a nossa missão do ide e pregai até os confis da Terra.

Voltando ao assunto do Marxismo Cultural, se a nossa luta é contra Principados Potestades e Príncipes dominadores desse mundo tenebroso, é importante que as nossas igreja entendam que há pessoas a serviço do Inferno. Conscientes ou não, a Revolução Cultural é a destruição, dentre outras coisas, da Fé Cristã e da Igreja, pois elas se opõem a dominação de um governo totalitário global que, nós como cristão escatologicamente sabemos, é o governo do anti-cristo, secularmente chamado de Nova Ordem Mundial.

Eu disse no início que a morte de policiais militares é algo programado para acontecer. Não dá para explicar tudo, apenas apontar alguns responsáveis: Theodore Adorne e Hebert Marcose. Esses marxistas teóricos da Escola de Frankfurt, junto com Antonio Gramsci, definiram que a Revolução Socialista deveria seguir por meio da subversão cultural. Definiram que a classe operária traiu a revolução comunista por causa das benesses do “capitalismo opressor”. Então, eles definiram que os novos revolucionários seriam os bandidos, marginais e as minorias étnicas e sociais.

Então veja o que temos hoje no Brasil. Um enorme experimento social revolucionário de subversão. Os bandidos são heróis e os policiais são maus. Os Direitos Humanos defendem os agressores sociais e as vítimas da criminalidade são esquecidos. Vemos as leis e o sistema judiciário, o STF, todos trabalhando para desarmar a população e armar o bandido, deixando-o fora da cadeia para a violência crescer cada vez mais.

E para que tudo isso? É o que você pergunta. Ora, para que a sociedade fique cada vez mais refém da violência, criminalidade e indefesa sem o direito de autodefesa através do porte de armas de fogo. Assim, as pessoas estarão cada vez mais clamando por mais e mais Estado. Então, o Estado que cria o problema, é o mesmo que agora vem com a “solução do problema”. Problema que ele mesmo gerou! E qual seria a solução?

Se o Estado detém o monopólio da violência, a unificação de todas as forças armadas e de segurança e todas as polícias à Força Nacional de Segurança, ligado diretamente ao governo, garantirá a violência a todos os opositores do governo ditatorial bolivariano. Exatamente o que aconteceu na Venezuela. Assim, acabando com a PM, cai a também a última defesa armada da sociedade. Entendeu agora porque os policiais estão sendo mortos e sendo continuamente difamados pela Fake News e massacrados pelo Estado Brasileiro que já é socialista?

Não sou um especialista no assunto e, na verdade, nem é preciso ser para saber que estamos caminhando para a venezualização do Brasil. Lá na Venezuela, os cristão estão desesperados, pois o governo de Maduro persegue as igrejas, os pastores, os padres e todos os que estão lutando pela libertação do povo. Lá, 86% da população já está na linha da miséria, passando fome e hoje a igreja venezuelana clamam ao Senhor por salvação.
Que o Senhor Jesus tenha misericórdia da Venezuela, do Brasil e desperte sua Igreja, onde estiver, para clamarmos pela vida de nossos policiais, pois eles foram e continuarão sendo soldados colocados por Deus para nos proteger do avanço do Inferno contra a sociedade e contra a Igreja.

Saiba mais sobre Marxismo Cultural e como a Igreja deve se preparar para lutar contra: uma palestra feita pelo pastor, advogado e especialista no assunto, Cristovam Espírito Santo Filho:

Participe também do grupo Cristãos Que Protestam no WhatsApp. Mande-nos uma mensagem.

by Wesley Porfírio

Anúncios

Comenta aê!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s