Alerta “Vermelho” à Todos os Evangélicos


Vencendo a tentação revolucionária

O plano da esquerda para seduzir os evangélicos brasileiros

Durante a tentação de Cristo no deserto narrada no Evangelho de Mateus, Satanás meio que “tele-transportou” Jesus a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo, e a glória deles e disse:

“Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares.” Mateus 4:9

Leia até o final deste artigo e saberás o que Jesus fez e o que devemos fazer para vencer a tentação de trocarmos o Evangelho pelas mentiras revolucionárias travestidas de piedade cristã.

Depois da derrota do PT nas urnas em 2016 e depois do impeachment de Dilma que tirou a Esquerda do poder federal, a Esquerda está desesperada para voltar ao poder e acesso ao dinheiro federal para a promoção da Revolução Cultural Gramscista. Sem dinheiro federal, fica mais difícil levar o Brasil ao bolivarianismo de uma ditadura socialista.

Neste artigo, trago 12 pontos que desmascaram os lobos em pele ovelha e faço um paralelo de como Jesus Cristo venceu a tentação no deserto e como os evangélicos também podem vencer.

1. O Vale Tudo do Ano Eleitoral.

Vale até fazer alianças ideologicamente contrárias ao seu pensamento anti-revolucionário. Mas como será que isso é possível? Vejamos as notícias:

O político socialista Marcelo Freixo do PSOL, afirmou abertamente na imprensa “Não existe processo revolucionário sem os evangélicos”.

Leia a notícia: http://m.huffpostbrasil.com/2018/02/05/marcelo-freixo-psol-defende-aproximacao-entre-esquerda-e-evangelicos_a_23338403/?ncid=tweetlnkbrhpmg00000002

A idéia de Frecho é igual a de todo socialista que usa o sistema democrático para chegar a ditadura do proletariado. Os socialistas agora querem usar os evangélicos nas eleições de 2018 e, depois que estiverem no poder, vão descartar, perseguir ou até mesmo fechar e destruir suas as igrejas. O interessante é que em 2012, Freixo foi flagrado ironizando os evangélicos:

Ora, os socialistas não conseguem “disputar com os conservadores”. Se eles se mostrando claramente como são, não receberão apoio. Então, para obterem o apoio dos evangélicos eles tentam primeiro os pastores pois sabem que os pastores são os líderes formadores de opinião de suas igrejas.

2. Como vencer a tentação revolucionária?

Sabemos que a maioria dos cristão brasileiros (católicos e evangélicos) não são esquerdistas, não apoiam as políticas públicas progressistas como a liberação das drogas, vitimização da bandidagem, gayzismo, feminismo, abortismo, doutrinação política nas escolas e universidades e a ideologia de gênero. Então, qual a estratégia revolucionária para que a tentação seja sedutora?

3. A estratégia dos revolucionários:

A estratégia diabólica de políticos como Freixo é basicamente transformar o Diabo em anjo de Luz para enganar até mesmo os cristãos mais “inteligentes”. Ou seja, eles vão maquiar todas as Propostas Revolucionárias para parecerem Propostas Cristãs.

  1. Eles usarão retórica esquerdista de que estarão lutando por justiça  social, igualdade, distribuição de renda, combate a opressão para seduzir o segmento evangélico.
  2. Como lobos em pele de ovelhas, os revolucionários usarão até de retórica “evangélica” para se parecerem evangélicos e assim conquistar sua confiança e voto.
  3. Muitos pastores, cheios de cobiça e sem amor ao Evangelho se prostrarão as pés do revolucionários e trairão a Cristo e a sua Igreja.

4. Por que os políticos revolucionários são anticristãos?

Basta respondermos com outra pergunta: Existe algum país onde triunfou o socialismo e que a fé cristão não foi perseguida ou mesmo proibida? O socialismo por sua constituição filosófica é ateísta e substitui Deus pelo Estado.

O deus Estado passa a ser a entidade a ser glorificada. Portanto, não há como existir cristão socialista. Ou a pessoa não é cristã ou não é socialista. O cristão verdadeiro não servirá a dois senhores. E o socialista verdadeiro poderá dizer que é cristão apenas para seduzir outros cristãos a abandonarem o Deus verdadeiro e a prestarem culto ao Estado. Claro que tudo isso é muito subjetivo e implícito e não as claras!

Veja, por exemplo, no próprio Estatuto do Partidos Socialismo e Liberdade, o Psol. É um partido totalmente anticristão como todo partido socialista. Fizemos uma interpretação em e mostramos que exatamente o que os partidos escondem em seus próprios estatutos: a Revolução:

Aprenda a Interpretar Estatutos de Partidos Socialistas: https://wp.me/pldIO-1jn

5. E o que fazer com os pastores que se prostrarem diante do socialismo?

Temos que ficar em alerta quanto aos próximos candidatos 2018 que são evangélicos e indicados por essa igrejas. Precisamos saber se eles também são progressistas e/ou se estão envolvidos com partidos e grupos progressistas.

É por isso que se faz urgente alertarmos os líderes evangélicos e denuncia-los se fizerem aliança com corruptos e com políticos e partidos da esquerda. Se pastores não vencerem a tentação de adorarem ao deus dos socialistas, devem ser denunciados por suas ovelhas.

6. Não adianta nada colocarmos políticos “evangélicos” que…

  1. Farão só o interesse das suas denominações;
  2. Se venderão ao sistema corrupto da atual classe política; e/ou
  3. Promoverão políticas progressistas/esquerdistas/socialistas/estatistas.

7. Precisamos de políticos realmente cristãos conservadores e liberalistas econômicos que…

  1. Digam não a tentação revolucionária, se corrompam com o sistema do presente século.
  2. Façam o interesse da maioria da população que é cristã conservadora, independente de religião ou mesmo da falta de religião.
  3. Promovam políticas públicas de enxugamento do Estado.
  4. Promovam a desregulamentação e desindexação econômica.
  5. Promovam o liberalismo econômico como política pública para o fomento de emprego e riquezas para a nação.
  6. Promovam políticas públicas que defendam a família tradicional, a vida e as liberdades individuais.
  7. Promovam o fim de toda a agenda da Revolução Cultural Gramscista.

8. Que candidato escolher?

O candidato que se propõem a fazer o tópicos do Item 7 será um bom candidato. Não importará se é católico ou evangélico se é homem ou mulher, se é rico ou pobre, se é branco ou negro, estará prometendo fazer a coisa certa.

É necessário que esse candidato seja analisado e, caso corresponda a realidade do que promete e tem condições de fazer, precisará ser apoiado por todos os cristãos e por todos os conservadores (cristãos ou não), eleitores dele ou não.

Mais muito cuidado! Não podemos cair na tentação do populismo e/ou do esquerdismo de usarmos igrejas evangélicas e católicas como curral eleitoral. Não podemos fazer “politicagem” no púlpito de nossas igrejas. Os candidatos não devem ser apresentados como os escolhidos pela liderança da igreja. Os candidatos devem ser apresentados no ciclo social das igrejas onde todos poderão analisar se se encaixam no perfil de um bom candidato.

9. Veja o perfil do candidato que deverá ser escolhido pelos evangélicos e/ou católicos brasileiros:

Não é para indicar o nome de candidatos, mas instruir as pessoas do perigo da Revolução e da necessidade de escolhermos políticos com as seguintes qualidades:

  • Cristão;
  • Conservador;
  • Liberalistas Econômico; e
  • Reacionário.

10. O trabalho reacionário do cristão:

Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais. Efésios 6:12

Não devemos odiar os revolucionários, socialistas, comunistas e seus ativistas. Devemos odiar a proposta que eles nos apresentam: a adoração ao deus Estado. Infelizmente, os revolucionários estão servido consciente ou inconsciente aos principados e podestades que tentam aprisionar o homem ao pecado e também a sistemas religiosos, políticos e culturais.

“E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.” Romanos 12:2

Ser cristão é ser contra-cultural. Em outras palavras: ser cristão é ser contra a cultura deste mundo que está perdido em seus próprios delitos e pecados. Progressismo, marxismo, socialismo e comunismo são todos Culturas do Mal que já mataram mais de 100 milhões de pessoas desde 1913.

Contudo, Jesus pediu para nos nos tirar do mundo, mas nos livra do Mal. Portanto, o papel do cristão é ser reacionário as culturas malignas como a cultura revolucionária. No sentido político o anti-revolucionário também é chamado de reacionário. Assim, sejamos reacionários não apenas no sentido bíblico, mas também político.

O nosso trabalho reacionário do cristão é mais árduo, pois é o de “formiguinha”, é um a um. Cada um de nós (cristão conservadores reacionários) precisamos conscientizar os pastores e os padres do perigo da Revolução em curso no Brasil.

11. O poder da Palavra e do Evangelho:

Não te deixes vencer do mal, masvence o mal com o bem. Romanos 12;21

Realmente não basta os líderes religiosos dizerem “não” para políticos revolucionários que os assediam. Não basta pastores dizerem “sim” para candidatos conservadores e liberalistas econômicos. Não basta escolhermos candidatos políticos que se apresentarem alinhados com a luta pela democracia e anti-revolucionária.

É preciso que façamos “a renovação da nossa mente” pela Palavra de Deus, para pregarmos o Evangelho de Jesus Cristo. O Evangelho é a contra proposta cultural e política para o Brasil e para a sociedade. Isso não significa termos um governo teocrático ou religioso, mas que um Estado alicerçados nos valores do Evangelho promoverá a verdadeira transformação que começa e dentro para fora.

Somente o Evangelho tem poder para transformar o coração do homem. E homens transformados por esse poder, tem condições reais de transformar o meio em que vivem sem precisar da Revolução. Homens transformados pelo Evangelho não se prostram diante do deus Estado, mas diante do Rei dos Reis e Senhor dos Senhores.

“Vai alta a noite, e vem chegando o dia. Deixemos, pois, as obras das trevas e revistamo-nos das armas da luz.” Romanos 13:12

O Apóstolo Paulo em Romanos 13 explica que os governos humanos e as suas “obras das trevas” um dia acabarão, pois não resistirão quando chegar a luz do dia, ou seja, quando Jesus Cristo voltar. Mas até lá nós devemos nos revestir das armas da luz. Paulo também nos alerta:

“Andemos dignamente, como em pleno dia, não em orgias e bebedices, não em impudicícias e dissoluções, não em contendas e ciúmes, mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e nada disponhais para a carne no tocante às suas concupiscências.” Romanos 13:13-14

Ou seja, enquanto nós estivermos no Mundo, devemos nos portar como bons cidadãos brasileiros, bons exemplos na sociedade e em nossa comunidade. Não devemos ficar “em contendas” ou seja, em brigas e discussões com as pessoas que servem a Cultura do Mal. Devemos ser reacionários contra todas essas culturas.

12. Conclusão:

Agora, politicamente, com pastores só dizendo “sim” e “não” corretamente, os fiéis evangélicos poderão ser alertados a tempo de votarem somente em candidatos com as 4 qualidades: cristão, conservador, liberalista e reacionário.

No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo. João 16:33

Jesus diz que nós passaríamos por aflições com esta Cultura do Mundo. Mas ele mesmo se mostra como exemplo a ser seguido. Ele disse que conseguiu vencer o Mundo. Assim como Jesus Cristo venceu a tentação no deserto com o poder da Palavra, devemos e podemos vencer com a Palavra, com a fé, oração e amor ao próximo.

Arreda de mim, Satanás! Porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás, e só a ele servirás. Mateus 4:10

Não devemos temer a tentação revolucionária ou de qualquer outra cultura deste mundo, mas enfrentá-la como Cristo enfrentou o próprio Diabo. Atitude certa do cristão é adorar e servir somente a Deus.

Se os cristão evangélicos e católicos vencerem a tentação revolucionária, os brasileiros nem precisarão nem de tropas das Forças Armadas nas ruas para garantir a democracia, pois a ação da própria Igreja brasileira em intercessão pelo Brasil e pelo poder de Deus nos afastará da Revolução Cultural e Bolivariana em curso.

Porém, se formos uma igreja que evangeliza e trás a Luz do Evangelho para o coração dos homens, o próprio comunismo não teria mais condições de permanecer no Brasil, porque a maioria diria a tentação revolucionária: “Arreda de mim, Satanás!

Comenta aê!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s