Você Lavaria os Pés de Seu Inimigo?


Como amar ao próximo como a si mesmo?

Veja este experimento social e se surpreenda com o que as pessoas são capazes de fazer:

Ao contrário do experimento social do vídeo, onde as pessoas precisaram lavar os pés uns dos outros de olhos vendados se não elas não o fariam, Jesus lavou os pés de seus discípulos sabendo exatamente os pecadores que eles eram. Jesus lavou os pés de Pedro que depois o negaria. Lavou os pés de Judas, que depois o trairia.

Foi o site adventista https://saibamais.org.br que lançou este belo experimento social e nós podemos fazer algumas reflexões sobre este assunto.

: Click e leia sobre essa história de Jesus

A nossa natureza é caída.

Nós por nós mesmos, deixados ao impulso natural da carne, somos incapazes de amarmos ao próximo como Cristo amou. Principalmente quando a pessoa pensa diferente da gente ou é nosso inimigo.

O vídeo do experimento mostra duas linguagens bíblicas simbólicas:

1º) A bacia para lavar os pés, remete a quando Jesus lavou os pés de seus discípulos e depois diz: “Quem já se banhou não necessita de lavar senão os pés; quanto ao mais, está todo limpo. Ora, vós estais limpos, mas não todos.” (João 13:10)

O objetivo de Jesus não era instituir um possível “sacramento do lava-pés”, nem fez isso para dizer que somente assim os seus discípulos ficariam limpos do pecado. A mensagem de Jesus era que devemos servir uns aos outros.

O Apóstolo Paulo compreendeu o ensinamento de Cristo e afirmou: “Amai-vos cordialmente uns aos outros com amor fraternal, preferindo-vos em honra uns aos outros.” (Romanos 12:10).

2º) A Nova Aliança através do sangue do Cordeiro de Deus, Jesus tira nos redimiu de nossos pecados e nos salvou da condenação da morte eterna. João Batista viu de longe Jesus e anunciou a todos: “Eis o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” (João 1:29). A morte de Cristo foi um sacrifício expiatório. Isso significa que Jesus cumpriu o Pacto de Sangue para nos lavar os pecados.

O Apóstolo Paulo termina o Capítulo 12 de sua carta fazendo citação de várias passagens do Velho Testamento e do próprio Jesus de como podemos amar as pessoas com Ele amou:

Vs. 13 e 14a:

“compartilhai as necessidades dos santos; praticai a hospitalidade; abençoai os que vos perseguem,”

(Lc 6.28)

Vs. 14b a 16:

“abençoai e não amaldiçoeis. Alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram. Tende o mesmo sentimento uns para com os outros; em lugar de serdes orgulhosos, condescendei com o que é humilde; não sejais sábios”

(Pv 3.7)

Vs. 16c a 19:

“aos vossos próprios olhos. Não torneis a ninguém mal por mal; esforçai-vos por fazer o bem perante todos os homens; 18se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens; não vos vingueis a vós mesmos, amados, mas dai lugar à ira ( ira; de Deus, subentendido) porque está escrito: ‘A mim me pertence a vingança; eu é que retribuirei, diz o Senhor.’ “

(Dt 32.35)

Vs. 20:

“Pelo contrário, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber; porque, fazendo isto, amontoarás brasas vivas sobre a sua cabeça.”

(Pv 25.21-22)

Conclusão:

Somente se estivermos ligados à Cristo, o Cordeiro de Deus, podemos amar verdadeiramente ao próximo como Jesus amou.

No verso 21, Paulo diz:

“Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.”

Paulo mostra que, ao contrário do que o mundo nos ensina, não devemos odiar nossos inimigos e só amar nossos amigos. O Evangelho nos ensina que quando estamos em Cristo, Ele nos dá forças para nos para retribuirmos todo o mal que nos desejam ou nos fazem com o bem. Este é o maior poder que existe: o poder do amor e da Graça de Deus derramados em nossos corações.

Aplicação:

Sozinho você não terá forças para vencer o mal. Com as suas próprias forças você não conseguirá amar de verdade seus inimigos e as pessoas que te fazem mal. Portanto, ore a Deus e peça para ele mudar o seu coração, para que você possa perdoar, pedir perdão e ser curado de todo o pecado. Sim, o pecado é um doença mortal. “Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna por intermédio de Cristo Jesus, nosso Senhor!” (Romanos 6:23)

Autor: Wesley Porfírio

Fonte: http://wesley.net.br

Comenta aê!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.