Eleição por celular é o fim da democracia no Brasil


Mais um golpe contra a democracia!

“Quem vota e como vota não conta nada; quem conta os votos é que realmente importa.” Joseph Stalin.

Sim! Você será obrigado a concordar e a aceitar esta imposição do TSE.

Conheça a narrativa criada para a população acreditar que Eleições por Celular será melhor.

Se não bastasse o showzinho do TSE faz em rede nacional a cada 2 anos, de que o Brasil possui o sistema de urnas eletrônicas de 1ª geração é que 100% seguro e que é “invejado” pelo mundo, agora o TSE usa uma Falácia de Autoridade para fazer a população aceitar a Eleição por Celular.

Falácia: uso do neologismo “blockchain” é “a chave criptográfica” do golpe fatal contra a cambaleante democracia brasileira.

Para os “guardiões da constituição e da democracia”, o que já era 100% seguro agora vai ficar mais seguro ainda!

Veja: TSE quer novo sistema de votação para as eleições do Brasil que seja pelo celular e pode adotar blockchain

O voto digital é não é mais só a relativização completa do sentido do voto direto, mas a completa destruição da democracia!

Se o teatrinho das eleições com urnas eletrônicas de 1ª geração já era grotesco, com aumento do poder da ditadura da toga, da Juristocracia, não há nada ruim que não possa piorar.

Não existe democracia sem que o cidadão comum tenha o conhecimento e domínio de todo o processo eleitoral. Com eleição digital você não delega ao próprio sistema o conhecimento e domínio de todo o processo eleitoral.

É por isso que em países democráticos foi proibido a entrada das urnas eletrônicas, pois elas impediam que o eleitor dominasse todo o processo de votação, apuração e conferência das urnas.

Agora Fachin, me responda: Neste novo teatrinho do TSE…

a) Quem vai identificar o eleitor?
b) Quem vai contabilizar o voto do eleitor identificado apenas uma vez, em que pese o eleitor possa votar em mais de uma oportunidade?
c) Quem vai garantir o sigilo do voto do eleitor?
d) Quem vai possuir mecanismos de transparência e auditoria?

Se apenas uma das respostas for “um técnico” e não “o próprio eleitor”, então não temos mais um mecanismo democrático e sim um mecanismo tecnocrático.

Fazer uma eleição sem o uso de um mecanismo democrático já é uma fraude por si mesmo.

Qualquer eleição feita com o mecanismo de voto por celular já é completamente nula por si só e automaticamente ilegítima.

Na minha opinião, tentar implantar votação por celular não é só uma jumentice de seus autores, mas um crime que lesa a pátria e seus autores devem ser investigados com base na Lei de Segurança Nacional.

Se o povo que abrir mão do seu poder de escolher seus representantes, então será o sistema vai escolher os representantes do povo. Não teremos mais uma democracia, mas uma tecnocracia.

Se aceitarmos que eles nos enfiem mais este golpe, simplesmente, será o fim oficial da democracia no Brasil.

Se implantarem a eleição por celular não teremos mais que nos impeça de sermos listados no grupo de ditadura junto com a China, Venezuela, Argentina, Coreia do Norte, Irã e Cuba. Para os adeptos do totalitarismo, nestes grupo só há nações livres e democráticas, pois em todos eles há eleições. Ah tá!

Comenta aê!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.