Eleições 2020: Não seja manipulado! Pergunte! Pergunte-se!


Meus queridos, aprendam uma coisa:

uma das armas da manipulação política é DICOTOMIZAR.

Por exemplo: O manipulador sempre apresenta 2 opções:

1º) Ou você vota no candidato Fulano, confia em tudo que ele te diz e é leal a ele.

2º) Ou você está sob suspeita, porque está questionando sobre o candidato Fulano, porque você não confia nele, não é leal a ele e quer enganar as pessoas que votam nele.

PARTE A) NÃO SEJA MANIPULADO

Onde está o erro nesse tipo de falsa dicotomia?

Resposta: são apresentadas só 2 opções, quando na verdade você sempre terá mais de 2 opções. Podemos ter a opção 3 e 4 por exemplo:

3º) Você vota no candidato Fulano, mas tem dúvidas e não confia confia em tudo que ele te diz, contudo é legal a ele.

4º) Você vota no candidato Fulano, mas tem dúvidas e não confia confia em tudo que ele te diz e não é legal a ele, apenas não tem outra opção.

A vida não é 8 ou 80 e a dicotomização é manipulação! Tô vendo isso direto nos grupos e no discurso das pessoas.

Amigos tem se separado, pessoas tem brigado e isso tudo, porque quem quer o poder sabe manipular bem o nosso comportamento.

Na verdade uma pessoa que não é manipulável sempre terá mais de uma opção, mas infelizmente a dicotomia é mais cômoda para as pessoas, porque pensar é ser livre, contudo, pensar nunca é fácil e revela muitos desejos ruim que a gente tenta esconder da gente mesmo em vez de resolver.

PARTE B) PERGUNTE!

PERGUNTE! Não seja manipulável!

“Todo conservador é uma pessoa cética.”

Michael Oakeshott

Obviamente, Oakeshott se refere ao Ceticismo Político, que “nos permite ter uma visão mais crítica e agir com mais força impositiva por uma política mais transparente.” [1]

Ao explicar a diferença entre o fanatismo e o pensamento dos cristãos conservador Roger Scruton responde: “Nós não pensamos assim como cristãos, especialmente cristãos que passaram pelo Iluminismo. Para nós, há a dúvida e o debate.” [2]

O ceticismo político dos conservadores é uma espécie de antídoto anti-manipulação. O manipulador vai querer que você participe de Seitas Políticas e encare políticos como profetas ou deuses inquestionáveis. Mas o conservador sempre fará o que os manipuladores odeiam: perguntas.

Wesley Porfírio

PARTE C) PERGUNTE-SE!

Questione-se! Não questione apenas o candidato Fulano, mas a si mesmo:

1. “Será que eu estou votando cegamente no candidato Fulano?”

2. “Será que não estou apenas buscando viés de confirmação para justificar a minha própria vontade de votar numa pessoa perfeita?”

3. “Quais os defeitos do candidato Fulano eu não estou vendo?”

4. “Estou abrindo mão de valores que eu acredito e defendo ao votar no candidato Fulano?”

5. “Será que estou cego(a) e votando apaixonado(a) me auto-enganando que o candidato Fulano não me decepcionará?

6. “Eu vou acompanhar o candidato Fulano depois de eleito e vou ser Grupo de Pressão para continuar cobrando que ele cumpra o que prometeu ou isso é só uma ilusão da minha cabeça?”

Como eu disse no início, pensar dói e é difícil e pode revelar mais de nós do que do seu candidato Fulano.

Assim, ser conservador é preferir o familiar ao desconhecido, preferir o tentado ao não tentado, o facto ao mistério, o real ao possível, o limitado ao ilimitado, o próximo ao distante, o suficiente ao superabundante, o conveniente ao perfeito, a felicidade presente à utópica. As relações e lealdades familiares serão preferíveis ao fascínio de vínculos mais proveitosos; comprar e expandir será menos importante que conservar, cultivar e desfrutar; a dor da perda será maior que a excitação da novidade ou da promessa. É ser igual ao nosso próprio destino, é viver ao nível dos meios, contentar-se com a necessidade de maior perfeição pessoal como com as circunstâncias que nos rodeiam. Para algumas pessoas, esta é em si mesma uma escolha; para outras, é uma disposição que aparece, frequentemente ou não, nas suas preferências e aversões, e não é em si mesma uma escolha ou algo cultivado especificamente.” [3]

Michael Oakeshott

Desconfie de todo politico com boas intenções. “Não existe boa intenção sem amor à verdade. A ilusão de boas intenções é uma das formas mais pérfidas de maldade. É a ternura do diabo.” Olavo de Carvalho [4]

Ainda há a pergunta nº 7 que você deve perguntar a si mesmo:

7. “Colocar o candidato Fulano no poder é uma vontade minha que revela a idolatria do meu coração em querer um ‘salvador da pátria’ ou um homem falível dotado de virtudes e defeitos?

O filósofo e escritor David T. Koyzis diz que é óbvio que “existe uma expressão legitima do governo democrático exercido por governantes que promovem a justiça e a paz social. Contudo, ser um político ou um governante assim é uma responsabilidade dos discípulo de Cristo, porque o verdadeiro cristão não tem idolatria pelo estado. O verdadeiro cristão assume o Mandato Social e Cultural de Deus no mundo e isso é expresso em ações nas esferas sociais e políticas. [5]

Na nossa Idolatria Política vemos que “esse pessoal que fica na internet clamando por um candidato puro, que se mantenha isolado de todos os outros políticos e da influência dos intelectuais, não teria nenhum problema em rejeitar Churchill, Thatcher ou Reagan. Provavelmente, rejeitaria também Donald Trump (o melhor político da atualidade) por seu passado ‘impuro’.” [6]

E como saber mais sobre os Mandatos Criacionais para resgatar a teologia da criação para uma vivência pública da fé? Estudando a Bíblia e buscando um firme fundamento doutrinário das ações de todos os cristãos que buscam atuar na vida pública como eleitores ou como políticos.

Wesley Porfírio

[1] https://www.eusemfronteiras.com.br/ceticismo-politico/

[2] https://www.fronteiras.com/noticias/roger-scruton-responde-religiao-arte-filosofia-e-a-necessidade-de-confianca

[3] https://portalconservador.com/livros/Michael-Oakeshott-Ser-Conservador.pdf

[4] https://www.facebook.com/carvalho.olavo/photos/não-existe-boa-intenção-sem/288788077939940/

[5] KOYZIS, David T. Visões e Ilusões Políticas: uma análise e crítica cristã das ideologias contemporâneas. São Paulo: Vida Nova, 2014. p.354.

[6] http://homemeterno.com/2017/07/procura-se-um-politico-de-coracao-puro/

Comenta aê!

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.